PODCASTS DE OCASIÃO

Este é o Podcast de Ocasião do grupo Teatro do Osso. Apresentação de Rubens Alexandre. Esse é o primeiro de uma série inicial de quatro episódios, nos quais o Teatro do Osso recebe convidadas, convidades e convidados para discutir o presente, o passado e o futuro das artes cênicas, da política e outros temas. Nomes como Sergio de Carvalho, Helena Albergaria, Luis Carlos Moreira e Irací Tomiatto integram nossos primeiros quatro episódios, além dos grandes Othons Bastos e Sonia Loureiro.

EPISÓDIO 1 – TRAJETÓRIA

EPISÓDIO 2 – PEÇA

EPISÓDIO 3 – PRODUÇÃO

EPISÓDIO 4 – CENSURA

MÚSICAS

No nosso projeto realizamos treinamentos musicais entre o elenco, o Coro de trabalhadoras/trabalhadores e estudantes, e os parceiros William Guedes e Jonathan Silva. William Guedes assina a Direção Musical e a Preparação Musical do projeto e o Jonathan Silva a Composição Musical. Impulsionados pela dramaturgias e entrevistas feitas e também pelos encontros e ensaios realizados, foram compostas e gravadas diversas músicas, também com composição de Isadora Títto, e que agora vocês podem ouvir reunidas aqui:

CICLO DE LEITURAS

Como um parte do Ciclo de Estudos de Teatro Brasileiro, foram realizadas três Leituras Dramáticas. Duas são de textos de épocas diferentes, mas de artistas transformadoras do fazer teatral no Brasil: “O exercício da justiça”, de Renata Pallottini, e “Heleny, Heleny, Doce Colibrí”, de Dulce Muniz. Para abrir o Ciclo, montamos as leituras de três textos curtos produzidos no Seminário de criação de Dramaturgia do projeto, orientado por Sérgio de Carvalho. A autoria dos três textos curtos são de Maria Loverra, Maya Guedes e Eduardo César. Todas as leituras foram feitas pelo elenco do grupo junto ao Coro de trabalhadores, trabalhadoras e estudantes secundaristas.

CICLO DE LEITURAS – TRÊS TEXTOS DO SEMINÁRIO DE DRAMATURGIA, de Maria Loverra, Maya Guedes e Eduardo César.

CICLO DE LEITURAS – O EXERCÍCIO DA JUSTIÇA, de Renata Pallottini

CICLO DE LEITURAS – HELENY, HELENY, DOCE COLIBRI, de Dulce Muniz

OSSARAU

OSSARAU surge da vontade de conhecer e dialogar com grupos e artistas de diversas linguagens. Ampliar nossa esfera de conexão se torna cada vez mais urgente, e por isso acreditamos que o sarau é uma das formas mais democráticas de se fomentar espaços e indivíduos culturais. Foi uma festa!

OSSARAU I – com Companhia Asfalto de Poesia, Carol Magno, Vozes Bugras e apresentações do Palco Aberto. Apresentação de Maria Loverra.

OSSARAU II – com Companhia de Teatro de Heliópolis, Núcleo Teatral Filhos da Dita e Grupo Pandora de Teatro e apresentações do Palco Aberto. Apresentação de Vive Almeida.

OSSARAU III – com Ana Maria Carvalho, Socorro Lira e Diogo Soares e apresentações do Palco Aberto. Apresentação de Isadora Títto.

OSSARAU IV – com Maíra Oliveira do importante grupo brasileiro Esquadrão da Vida, também David Musa do Festival ENTEPOLA, além do coletivo artístico chileno Tarea Urgente e apresentações do Palco Aberto. Apresentação de Isadora Títto.

Este projeto foi realizado com apoio do Programa Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo – Secretaria Municipal de Cultura.

Deixe sua mensagem